Programação do projeto Com AD – Sessões com audiodescrição na Sala Redenção

No mês da criança, o projeto Com AD – Sessões com audiodescrição na Sala Redenção de Cinema Universitário/UFRGS apresenta uma série de desenhos animados que compuseram a mostra especial para pessoas com deficiência visual do Dia Internacional da Animação, em 2011. A sessão acontece na próxima quarta-feira, dia 03 de outubro, a partir das 9:00 da manhã.

Programação

Minhocas, de Paolo Conti e Arthur Nunes.
Junior é uma minhoquinha curiosa que quer saber a todo o custo porque as minhocas não podem cavar para a superfície. Sendo aquele um assunto tabu, pois toda a minhoca adulta sabe os perigos existentes para as minhocas na superfície, seus pais e avô tentam em vão mudar de assunto. À noite, sem poder dormir de preocupação pois teme que seu filho resolva ir sozinho à superfície, o pai de Junior decide levar o filho naquela viagem misteriosa, cheia de emoções e perigos.

Os Olhos do Pianista, de Frederico Pinto.
Em um cinema mudo, pianista cego executa trilhas ao vivo com a ajuda de sua neta.

A Fábula da Corrupção, de Lisandro Santos.
Em um armazém de beira de estrada, um homem vive em paz com seus animais de estimação: o cão vigia a casa, o gato caça os ratos e o jumento é o meio de transporte. No porão da casa habitam vários ratos, que vivem roubando comida em quantidades tão pequenas que não prejudicam o negócio. Mas a chegada de um rato estranho acaba com a harmonia do mercadinho.

Menina da Chuva, de Rosaria.
Bonecas vermelhas para as meninas vermelhas, bolas azuis para os meninos azuis.

Para Chegar Até a Lua, de José Guillermo Landi Hiertz.
Como será viver tão sozinho a ponto de nem sequer saber o que é solidão? Assim vive Jaime, uma mosca-das-frutas. Ao nascerem, elas possuem apenas um dia e um único propósito de sobreviver, acasalar e morrer. Porém, Jaime nasce atrasado em relação aos seus irmãos e irmãs e perde o ciclo de vida ao qual fora destinado. Agora, com menos de um dia de vida, Jaime inicia sua curta jornada pelo mundo, buscando algo que dê sentido à sua existência.

Osmar, a primeira fatia do pão-de-forma, de Ale MacHaddo.
Osmar é uma fatia de pão-de-fôrma: a primeira fatia. Por causa disso tem um grande complexo de rejeição. Ele encontra, em uma revista de auto-ajuda, um cupom que pode ser trocado por uma consulta no psicólogo: o Doutor Pirre Coix Sainte. Na consulta o doutor pergunta sobre vários momentos da vida de Osmar, que relembra em flash-backs cada um deles.

O Anão que virou Gigante, de Marão.
A improvável – todavia autêntica – história do anão que virou gigante.

O projeto COM AD: Sessões com Audiodescrição na Sala Redenção de Cinema Universitário/UFRGS é coordenado pelos professores Eduardo Cardoso (Departamento de Design e Expressão Gráfica da Faculdade de Arquitetura) e Jeniffer Cutty (Departamento de Ciência da Informação da Faculdade de Biblioteconomia), em parceria com a Mil Palavras Acessibilidade Cultural.

Mais informações pelo fone: 51 33084220 e pelo email acessibilidadecultural.ufrgs@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s